Autor Tópico: Tópico das 2 rodas Transalpinas  (Lida 28167 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #60 em: 13 de Outubro, 2011, 18:10:20 »
Ducati Superquadrado




A Ducati apresentou o motor que irá equipar a nova superdesportiva 1199 Panigale, uma revolução na marca

Com o Supequadrado, o novo motor que irá equipar a 1199 Panigale, a Ducati altera profundamente a construção dos seus bicilíndricos, nomeadamente no que respeita ao sistema de distribuição e montagem do motor. As prestações que se conseguem com este totalmente novo bicilíndrico são também marcantes, já que a unidade de série colocada na nova superdesportiva irá ter uma potência máxima de 195 cv e um binário de 135 Nm. O seu nome vem das suas cotas internas 112 mm de diâmetro com apenas 60,8 mm de curso, dando um movimento muito curto aos cilindros.


No que respeita à construção desta unidade o ponto mais importante que se altera é o facto de o motor passar a ser um elemento integrante da ciclística, fazendo de membro estrutural do quatro. O bicilíndrico continua a ter um ângulo de 90º entre os dois, mas os mesmos rodaram para trás, colocando o cilindro dianteiro mais direito, permitindo que o motor avance em relação à moto, colocando mais peso na roda dianteira. Consegue-se assim uma melhor distribuição de peso, segundo a marca.

A distribuição Desmodromica, que não usa molas para o movimento de retorno das válvulas, sempre foi e continuará a ser uma das características mais marcantes do motores Ducati. Mas neste Superquadrado chega uma nova forma de dar movimento às árvores de cames. No passado a Ducati usou sempre correia de “borracha” para este efeito, mas agora rende-se ao uso de uma corrente que actua sobre uma engrenagem que, por sua vez, faz movimentar as árvores de cames. Este novo sistema deverá trazer consigo um maior controlo deste sistema, permitindo elevar a capacidade de suportar rotação além de baixar a necessidade de manutenção.

A 1199 Panigale, onde este motor fará a sua primeira “saída à rua”, será apresentada no Salão de Milão, em Novembro.

Fonte: Auto Motor
« Última modificação: 13 de Outubro, 2011, 18:24:41 por Tiffosi »





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #61 em: 13 de Outubro, 2011, 18:17:49 »
MV Agusta F4 R




Com o motor "Corsa Corta" a F4 R oferece agora o máximo das prestações da MV Agusta a nível de preços um pouco mais acessível

A MV Agusta continua a demonstrar um grande esforço em aumentar a sua cota de mercado, oferece modelos mais acessíveis com base nos melhores motores que tem na sua produção.

A F4 R surge agora como uma das novidades para 2012, tendo como grande novidade a utilização do motor "Corsa Corta", com soluções técnicas recentemente usadas na versão mais exclusiva "RR".

Este motor vem trazer consigo um novo nível de prestações graças as característica técnicas que apresenta. Ao ter umas cotas internas com um grande diâmetro 79 mm para 50,9 mm de curso, esta unidade é capaz de suportar grande nível de rotação. Com 998 cc este quatro cilindros garante uma potência máxima de 195,2 cv, apenas menos 5 que os declarados pelo motor da "RR".

A cabeça usa a já habitual disposição radial da válvulas, sendo estas de maior diâmetro. As condutas de admissão e escape foram redesenhadas para acompanhar a maior capacidade "respiratória" do "Corsa Corta". O mesmo se passou com o sistema de escape que agora tem uma nova configuração 4-2-1-4. Na alimentação os corpo do sistema de injecção são de 49 mm, têm dois injectores por cilindro e dentro da caixa de ar as trombetas de admissão têm comprimento variável para a melhor resposta tanto a médios como a altos regimes.

Na transmissão é usada uma caixa de seis velocidades com embraiagem deslizante para evitar excessiva retenção da roda traseira em desacelerações mais intempestivas. Para dominar todas as prestações que a gestão deste motor disponibiliza um sistema de controlo de tracção e a possibilidade de escolher entre dois mapas de motor diferentes.

Na ciclística este modelo continua fiel a estrutura mista de tubos de aço com elementos de alumínio na ligação à suspensão traseira. Os elementos de suspensão são uma forquilha Marzocchi de 50 mm na dianteira e um monoamortecedor Sachs na traseira, ambos totalmente reguláveis.

Este modelo vai estar disponível em duas decorações, vermelho com cinza e branco e cinza.



Fonte: Auto Motor





GT Abarth

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 27191
  • Karma:
    +23/-14
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    La vita è troppo corta per non guidare Italiano
Re: Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #62 em: 13 de Outubro, 2011, 18:19:52 »
Dulio, se gostas de motas Italianas e também das Harley, não te esqueças das Aermacchi  :hail:



http://it.wikipedia.org/wiki/Aermacchi_(moto)
Vetture Italiane: più di automobili, uno stile di vita!

Stilo Abarth
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=12637.0

Punto GT3
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=15451.0

Rally

  • Piccolo

  • Offline
  • *
  • 36
  • Karma:
    +0/-0
Re: Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #63 em: 13 de Outubro, 2011, 19:35:18 »
Não sei se já passou por cá mas vi isto no canal Discovery há uns dias atrás e achei interessante...
Fala um pouco da história da MV Augusta mas foca bastante no "renascimento" da marca e na produção da F4.

http://youtu.be/A4Me577d2UM
http://youtu.be/bRh5YWbdzbE
http://youtu.be/34yKAeANRhk
http://youtu.be/TXbOPFruA94
http://youtu.be/3dVKD_dhUdM


Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #64 em: 20 de Outubro, 2011, 17:11:44 »
Aprilia SRV850, a maior scooter




O grupo Piaggio continua a fazer uso das sinergias internas para produzir novos modelos, lançando agora a maior scooter do mercado a Aprilia SRV850

Cada vez mais é na utilização dos recursos e sinergias entre arcas que os grandes grupos do mundo motociclístico vão conseguindo fazer frente às dificuldades apresentadas pelo actual mercado. O Grupo Piaggio tem sido muito inteligente neste campo servindo modelos com bases mecânicas semelhantes, mas com cunhos mais desportivos ou utilitários consoante a marca que apresentam nas suas carenagens. No Salão de Milão a marca do grupo Aprilia irá apresentar uma nova maxiscooter bem diferente da turística Atlantic que conta também da sua linha.

A SRV850 é uma scooter desportiva com o ADN natural da Aprilia que sempre viveu para a competição. Esteticamente este modelo assenta claramente na linhas da Campeão do Mundo de 2010 do Mundial de Superbikes, a RSV4. No que respeita à configuração geral do modelo é claro que assenta na "prima" do grupo a Gilera GP800. Aqui o motor ganha 50 cc de cilindrada, garantindo uma potência de 76 cv e um binário de 76,5 Nm. Esta torna-se na maior scooter do mercado com o seu motor de dois cilindros em "V" a 90º.

Milão será a cidade da revelação.

Fonte: Auto Motor





pedrovsky

  • Abarth

  • Offline
  • *
  • 3541
  • Karma:
    +2/-1
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Re: Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #65 em: 22 de Outubro, 2011, 00:11:09 »
Isto sim é uma mota, motor V6!!! Até me custa desligar a chave, ela só gosta de curvas :P
- Fiat 127 mk1 1978

Restauro do terror verde:

http://www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=9960.0

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #66 em: 25 de Outubro, 2011, 19:13:26 »
Piaggio Beverly SportTouring 350




A Piaggio irá revelar em Milão uma nova versão da sua scooter de roda alta, a Beverly 350 SportTouring

A Piaggio Beverly 350 SportTouring será uma das novidade que estará no pavilhão do grupo italiano na Salão Internacional de Milão. Esta nova scooter estará equipada como um novo motor de 330 cc que produzirá 33,3 cv e consegue ser mais leve 13 kg que a anterior unidade de 400 cc da marca. Esta é uma vantagem considerável num modelo que pretende ser prático numa utilização citadina quotidiana. Além destas menores dimensões e peso, o novo motor tem uns períodos de manutenção mais alargados, que se refletirá nos custo de utilização. A correia de transmissão apenas necessita substituição aos 20000 km, o óleo a cada 10000 km e as válvulas revistas apenas aos 40000 km.


Mas as novidades não se ficam por aqui já que, além da versão base com travagem combinada, irá se lançada uma unidade ABS/ASR. Ou seja, esta versão estará equipada com sistema anti-bloqueio na travagem e controlo de tracção, uma ampla vantagem em segurança.

Fonte: Auto Motor





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Re: Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #67 em: 28 de Outubro, 2011, 16:25:40 »
Afinal não há uma Monster nova




A Ducati prometeu para o final de Outubro a apresentação de um novo "Mito" com base na Monster. Afinal, era só um modelo económico para os mercados asiáticos

Recordam-se de no início do mês termos publicado uma notícia sobre uma possível nova Monster, quando no site internacional da Ducati um teaser "Discover the Myth" nos remetia para o historial deste modelo? De quanto ficámos estupefactos com esse mesmo anúncio?

Pois, parece que esta foi uma manobra de marketing menos bem conseguida, já que novo "Mito" a descobrir não passa de uma Monster mais económica montada na Tailândia para os mercados asiáticos.

A Monster 795 usará a mesma motorização da 796 mas com elementos das ciclística vindos da 696. Com a montagem na Tailândia facilita a gestão da produção na fábrica de Borgo Panigale e evita algumas taxas de entrada de produtos neste mercados.


O mercado Ibérico, pelo menos, é que não reagiu bem a esta manobra de marketing. O responsável da Ducati para o nosso mercado e para o espanhol, Pablo Silván, confessou-nos que desde o aparecimento do anúncio as vendas de Monster simplesmente pararam. Esperamos que tudo tenha já voltado à normalidade, agora que o mito foi desfeito.

Fonte: Auto Motor





Artur Branco

  • Moderação
  • Maserati

  • Offline
  • ****
  • 8851
  • Karma:
    +0/-0
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    Artur Branco
    • As minhas Fotografias
Re: Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #68 em: 28 de Outubro, 2011, 18:10:03 »
A montanha... Pariu um rato!

                                http://www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=22715.0

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #69 em: 14 de Dezembro, 2011, 19:27:29 »
Aprilia tem novo importador




A partir de Janeiro a Aprilia irá ter um novo representante em Portugal. A Luzeiro, que já representava marcas do grupo italiano, soma agora também esta

Acabámos de receber a informação de que a Aprilia mudou de importador em Portugal. A partir de Janeiro de 2012 a Milfa cessa esta função que deteve por mais de vinte anos e é a Luzeiro que assume esse trabalho.

A Luzeiro já representava a Moto Guzzi, uma das marcas do Grupo Aprilia, além de também comercializar no seu espaço Piaggio e Vespa. A Luzeiro está instalada em Massamá, Queluz o seu contacto é o 214 398 630. Esperamos em breve ter informações mais aprofundadas desta mudança e saber quais os planos que existem para a marca.

Fonte: Auto Motor





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #70 em: 14 de Dezembro, 2011, 19:41:08 »
Novas Moto Guzzi V7




A linha mais revivalista da Moto Guzzi, as V7, recebeu uma ampla actualização para enfrentar os próximos anos, mas mantém-se fiel ao seu ar clássico nas actuais três versões: Base, Special e Racer

As Moto Guzzi V7 nasceram em 2008, uma linha de modelos com uma imagem clássica inspirada na famosas V7 Special e Sport dos finais dos anos 60. Pela sua beleza e simplicidade rapidamente colheram grande aceitação entre o público, atingindo a barreira das 1000 unidades.


Estes são modelos que procuram manter a identidade da marca, em modelo elegantes, económicos, com motor bicilíndrico, claramente italianos e cheios de personalidade. Nesta renovação mantiveram-se todos este preceitos mas numa moto mais potente, rápida, ecológica, refinada e confortável, mantendo o tradicional motor bicilíndrico em "V" transversal e com transmissão por veio.
 

Motor

Esta unidade motriz tem 70% das suas peças renovadas, mas mantém as soluções técnicas de simplicidade que garantiram a sua longevidade, como a refrigeração por ar. O aspecto exterior do motor ganhou um ar de modernismo inquestionável, com as novas tampas dos cilindros e o desaparecimento das condutas e corpos de admissão. Passou a ter apenas uma unidade de injecção, com uma conduta em "Y" que serve os dois cilindros. A injecção é um moderno sistema Magneti Marelli MIU3G de 38 mm com entrada para duas sondas Lambda, o que o torna mais eficiente que as anteriores unidades. Desta forma são atingidos os objectivos de reduzir as emissões poluentes e aumentar a sua prestações. A complementar esta adição as câmaras de combustão foram totalmente redesenhada com novas condutas, taxa de compressão, reposicionamento da vela e novas condutas de admissão e escape. O resultado é um motor com mais potência, 51 cv, e uma entrega ainda mais linear. A caixa de 5 velocidades também foi revista para garantir uma utilização mais precisa, suave e silenciosa.
 

Ciclística e equipamento

O quadro não teve qualquer alteração, continuando a ser um duplo berço em tubos de aço. Na frente é utilizada uma forquilha Marzocchi de 40 mm com um curso de 130 mm, enquanto que atrás são usados dois amortecedores Sachs na V7 e V7 Special, tendo a Racer uns mais exuberantes amortecedores a gás Bitubo WMT.

Outras das importantes alteração que a Moto Guzzi fez à V7 foi a troca do depósito de combustível em plástico por uma unidade de metal que, graças a novas técnicas de moldagem do metal, consegue ser mais leve e ter maior capacidade (22 litros) que o dos modelos anteriores.


As três versões

A V7 está disponível em três versões diferentes, sendo a base a mais simples com uma estética minimalista e com jantes de braços em alumínio, que garantem uma importante redução no peso não suspenso e logo uma melhoria em maneabilidade. No caso da V7 Special estamos mais próximo do conceito original do modelo, com acabamentos mais refinados, decoração em dois tons e jantes de raios. A V7 Racer é a versão mais desportiva desta nova série, com uma posição de condução mais desportiva, assento de um só lugar (existe um de dois lugares como opcional), uma pequena carenagem na óptica e placas de números, além de pequenos detalhes muitos "sport" em toda a moto.

Estes modelos ainda não têm preço definido, mas segundo o importador nacional, estarão disponíveis no nosso mercado no início do ano de 2012.

Fonte: Auto Motor





GT Abarth

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 27191
  • Karma:
    +23/-14
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    La vita è troppo corta per non guidare Italiano
Re: Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #71 em: 20 de Dezembro, 2011, 20:25:16 »
Vetture Italiane: più di automobili, uno stile di vita!

Stilo Abarth
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=12637.0

Punto GT3
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=15451.0

GT Abarth

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 27191
  • Karma:
    +23/-14
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    La vita è troppo corta per non guidare Italiano
Vetture Italiane: più di automobili, uno stile di vita!

Stilo Abarth
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=12637.0

Punto GT3
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=15451.0

GT Abarth

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 27191
  • Karma:
    +23/-14
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    La vita è troppo corta per non guidare Italiano
« Última modificação: 27 de Dezembro, 2011, 02:48:01 por GT Abarth »
Vetture Italiane: più di automobili, uno stile di vita!

Stilo Abarth
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=12637.0

Punto GT3
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=15451.0

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17081
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Tópico das 2 rodas Transalpinas
« Responder #74 em: 14 de Fevereiro, 2012, 18:08:17 »
Ducati procura novo dono


A Ducati, fabricante de motociclos, pode estar prestes a mudar de dono, uma vez que o fundo (Investindustrial) - que detém o controlo do grupo - está interessada em alienar a companhia.

A Investindustrial terá encarregado o Deustche Bank e o Goldman Sachs, já no ano passado, para procurar potenciais interessados na Ásia.

Citado pelo jornal Financial Times, Andrea Bonomi (presidente da sociedade), afirmou que a Ducati é uma empresa em perfeitas condições, mas para enfrentar o futuro precisa do apoio de um sócio industrial de categoria internacional, que poderia ser oriundo da Ásia, dos EUA ou da Europa.

A Investindustrial, onde a família Bonomi é maioritária, pretende realizar a venda da Ducati por um valor de aproximadamente 1 000 milhões de euros, cerca de três vezes mais do que o investimento inicial realizado na empresa.

Fonte: Diário Digital