Fiatistas
23 de Abril, 2014, 18:23:29 *
Bem-vindo, Guest. Por favor login ou regista-te.
Não recebeu o email de activaçã?

Login with username, password and session length
  Home   Forum   Ajuda Login Registar  

O Fiatistas.com conta com o apoio da:



Páginas: [1] 2 3   Ir para o Fim
  Imprimir  
Autor Tópico: Fiat no Brasil - 2008  (Lido 5154 vezes)
0 Membros e 1 Guest estão a ver este tópico.
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« a: 01 de Setembro, 2008, 16:57:21 »

Boas!

Colocarei neste tópico as notícias referentes a Fiat do Brasil, e também os números de venda de veículos novos.

Fiquem à vontade para comentários e postagem de notícias também!

Um abraço  Fiatistas

 Fiat  
« Última edição: 03 de Julho, 2009, 14:03:25 por Tiffosi » Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #1 a: 01 de Setembro, 2008, 17:28:21 »

SÃO PAULO, 1 de setembro de 2008 - A disputa pelo mercado brasileiro de carros novos acirrou-se em agosto, com a Volkswagen encostando na líder Fiat. Com o novo Gol, lançado em julho, a marca de origem alemã vem recuperando terreno, sete anos após perder o posto de número um na lista de maior montadora em vendas no País. O que tem feito a diferença, porém, são os chamados carros de entrada, os mais baratos de cada marca.
Ao mesmo tempo em que lançou a nova geração, a Volks oferece bônus para o Gol antigo, vendido a R$ 25,2 mil (10.549 €). No fim do ano, a montadora vai baixar ainda mais esse preço, informam lojistas. A Fiat, que oferecia o Mille a R$ 23,7 mil (9.921 €), lançou na semana passada uma versão com sistema que permite maior economia de combustível, a um preço R$ 500 (209 €) mais baixo que o anterior.
Além disso, após quase 10 anos fora da mídia, a Fiat estreou ontem
campanha publicitária
do modelo - que voltou a ser chamado de Uno Mille - em TVs e mídia impressa, feita pela agência Giovanni+DraftFCB, contratada especialmente para cuidar desse produto.
Até quinta-feira, faltando portanto um dia útil para encerrar o mês, foram licenciados 44.047 automóveis Fiat no País, apenas 52 unidades à frente dos números da Volks. Somando os comerciais leves, a diferença era de 2,9 mil unidades. O Gol, sozinho, vendeu 25,3 mil unidades, enquanto o Palio ficou bem atrás, com 14,5 mil.
No cômputo geral, incluindo caminhões e ônibus, a marca alemã batia a italiana com 53.355 unidades a 52.040 até o dia 28. Apesar de não atuar no segmento de veículos pesados, a Fiat vinha liderando as vendas até mesmo nesse comparativo. Com a inclusão dos licenciamentos de sexta-feira, o quadro pode ter mudado, pois normalmente as empresas despejam promoções no último dia do mês para garantir posição no ranking nacional.
ANTIGOS
Fiat e Volks disputam o mercado de populares com modelos antigos, embora o Gol, em seus 28 anos, tenha passado por profundas reformulações e tenha vendido, até agora, 4,8 milhões de unidades. O Uno, aos 24 anos, teve poucas mudanças estéticas e vendeu 2,4 milhões de unidades nesse período, a terceira melhor marca para um modelo brasileiro, atrás do Gol e do Fusca, com 3,2 milhões de unidades enquanto esteve em produção. O modelo tem se garantido entre os cinco mais vendidos no País.
Segundo Cledorvino Belini, presidente da Fiat, a mudança no Mille foi para "deixá-lo mais atual e para manter sua atratividade no mercado". A intenção também é afastar rumores de que o modelo deixará de ser fabricado, o que deve ocorrer somente em 2012, de acordo com fontes do mercado.
Manter carros antigos em linha, mesmo após o lançamento de versões renovadas, tem sido estratégia da indústria brasileira. Segundo o sócio da consultoria Creating Value, Corrado Capellano, o retorno do investimento no desenvolvimento de um carro novo costuma ocorrer num período de três a cinco anos. Após esse tempo, teoricamente, toda a margem de venda da montadora se transforma em lucro. "Modelos antigos, porém, têm custo maior de produção, pois os mais novos são projetados com conceitos modernos e utilizam materiais alternativos e mais baratos", diz.
Para o diretor da consultoria ADK, Paulo Roberto Garbossa, o que garante maior ganho às empresas em modelos mais baratos é a escala de produção. Mesmo sem alterações significativas no visual, os carros precisam receber atualizações, como novas motorizações, o que exige algum investimento, em geral não revelado.
No segmento de carros mais caros, a disputa entre as montadoras nesses últimos meses do ano também promete. A Fiat vai lançar o Linea em meados do mês, sedã médio que será o carro mais caro da marca - acima de R$ 55 mil (23.030 €). Já a Volks lançará em outubro o Voyage, versão sedã compacta do Gol com preços a partir de R$ 35 mil (14.651 €).

Fonte: (O Estado de S. Paulo)

 
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
Tipo11
Pedro S. Filipe, Lisboa
Ferrari
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 10175


TIPO 2.0 16v


WWW
« Responder #2 a: 02 de Setembro, 2008, 02:18:33 »



Fiat Mille: Nem Giugiaro acreditaria que fosse durar tanto tempo
 
Nem o designer, nem a empresa italiana poderiam supor que o Uno (que passou a se chamar Mille), estaria fazendo sucesso após 24 anos  

Texto: AutoInforme
Fotos: Divulgação  

(29-08-08) - Contratado para desenhar o Uno, em 1983, o famoso designer de automóveis Giorgetto Giugiaro recebeu da Fiat uma tarefa ousada: teria que fazer um carro cujo desenho durasse dez anos no mercado sem que a empresa precisasse fazer alterações.

Assim nasceu o Uno, um carro revolucionário para a época e que, realmente, durante dez anos se manteve inalterado e fazendo sucesso em vários países. Mas num deles a expectativa foi muito além da conta.

Nem Giugiaro, nem a Fiat poderiam supor que o Uno (que passou a se chamar Mille), estaria fazendo sucesso no Brasil depois de 24 anos de mercado.

E com o mesmo desenho, a mesma cara, apenas pequenas mudanças para sinalizar ao mercado que o produto ainda está vivo e que a empresa não tem a menor intenção de tirar o carro de linha.

Agora a Fiat deu um novo fôlego à sua galinha de ovos de ouro. O Mille 2009 teve um acerto no motor, ganhou pneus que provocam menos atrito e passou a ter um econômetro no painel, para ajudar o motorista a controlar o pé no acelerador e economizar até 10% de combustível.

Pouco investimento para um produto que poderia estar morto, mas no entanto tem um desempenho formidável de vendas, com mais de onze mil unidades mensais, superado por apenas três concorrentes, mais modernos, que recebem mais investimentos e que exigem gastos enormes em publicidade para se manter em pauta. Coisa que o Mille não precisa.

Mais info: http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/M...lpub?hnid=40328
Logado
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #3 a: 02 de Setembro, 2008, 16:09:46 »

Torneio comprova o excelente consumo de combustível do Mille Economy 2009

Dia 28 de agosto, durante o lançamento do Fiat Mille Economy 2009 no Autódromo Internacional Virgílio Távora, em Fortaleza, CE, foi realizado o "Torneio de Economia Mille Economy". A competição teve como objetivo comprovar a melhora de consumo de combustível do novo modelo, que agora ficou 10% a menos comparado ao modelo anterior. A competição, que levou todo o decorrer do dia envolvendo cinco Mille Fire Economy, teve a participação de mais de 130 jornalistas especializados em automóveis. Entre os cinco finalistas o vencedor foi o jornalista Ricardo Mendonça Dilser, da Motors TV, com a excelente marca de 26,66 Km/l de consumo (3,75 l/100km), andando a gasolina.

As principais evoluções mecânicas do novo Mille Economy são:

- Motor Fire Economy 1.0 Flex. Desenvolvido pela FPT Powertrain Technologies, ele foi totalmente pensado para privilegiar a economia de combustível e os reduzidos níveis de emissões de poluentes. O novo motor Fire Economy 1.0 Flex recebeu um eficiente pacote de desenvolvimento no sentido de melhorar ainda mais o que já era ponto de destaque do Mille Fire: a economia de combustível. Os novos padrões de consumo oferecidos pelo motor foram reduzidos.

- Quinta marcha mais longa. Disponível somente para a versão Mille Fire Economy a caixa de marchas recebeu uma nova relação, mais alongada, para a quinta velocidade. Essa relação, que anteriormente era de 0,872:1, no modelo 2009 passou para 0,838:1. Essa é uma medida que garante a utilização do motor em menor regime de rotações nas estradas e grandes avenidas, o que melhora os padrões de consumo de combustível.

- Novo óleo. A utilização do óleo 5W30 Low Friction, de baixíssimo atrito. Trata-se de um lubrificante com base especial de menor viscosidade, e com aditivação específica para a redução do atrito interno das peças móveis do motor.

- Suspensão. A suspensão dianteira passou a ter uma nova configuração em sua geometria. Os valores de convergência e câmber foram modificados para proporcionar menor resistência ao rolamento e melhorar os valores de economia do carro tanto nos circuitos urbanos quanto nas estradas.

- Pneu de baixa resistência ao rolamento. O Mille Fire Economy é equipado, de série, com pneu de baixa resistência ao rolamento. Sua banda de rodagem foi projetada de forma a reduzir a resistência ao rolamento. Conseqüentemente, colabora para baixar os níveis de consumo. Os polímeros de última geração utilizados, aliados a uma redução de 5% no peso do pneu, geram menor resistência ao rolamento, garantindo melhor performance em economia de combustível. Se comparado a um pneu normal, ele oferece uma redução do RR (resistência ao rolamento) da ordem de 30%.

- Econômetro. Um indicador de consumo instantâneo foi adicionado ao novo painel de instrumentos, “ensinando” ao motorista a forma mais econômica de dirigir gastando o mínimo de combustível. De funcionamento eletrônico ele é exato nas suas indicações e item decisivo em uma condução voltada para a economia de combustível. Seu funcionamento leva em conta as informações de consumo instantâneo de combustível e velocidade do veículo, ambas fornecidas pela central eletrônica de injeção.

- Guia prático Uno Mille Economy. Traz instruções e dicas para a melhor dirigibilidade com o menor consumo.

A engenharia da FPT Powertrain Technologies trabalhou no sentido de reduzir sensivelmente os níveis de consumo e de emissões para o novo Fire Economy 1.0 Flex. As melhorias foram obtidas com a nova central eletrônica e a adoção de novas soluções mecânicas para o motor.

No interior do motor Fire Economy 1.0 Flex, assim como nos sistemas que estão diretamente ligados ao seu funcionamento, várias intervenções foram providenciadas. O propulsor recebeu um novo coletor de escapamento tubular com a fluidodinâmica otimizada, que foi idealizado para proporcionar menores perdas de carga. Também foi adotado um catalisador com maior volume e capacidade de impregnação de metais nobres, para garantir maior retenção e redução de emissões. Com uma grande área transversal e menor altura o conjunto diminui ao máximo a restrição causada pela passagem dos gases pela cerâmica do catalisador.

O mecanismo de comando de válvulas também passou por uma completa revisão. Teve sua massa total reduzida em cerca de 27% utilizando tuchos, pastilhas de regulagem, pratos de mola e válvulas mais leves. Essa solução permitiu uma redução de 25% na carga das molas de válvulas e, conseqüentemente, menor energia despendida para acionar o eixo-comando de válvulas. Com resultado final, redução de consumo e de nível de ruído interno do motor.



Outro ponto diz respeito à redução do peso das bielas. Elas ficaram 30% mais leves com a utilização de um modelo de biela forjada e fraturada. Essa atitude, além de colaborar para a melhoria do consumo de combustível, proporcionou diminuição na vibração e no atrito.

Reduzir o volume de combustível injetado na partida do motor foi mais uma providência tomada para minimizar consumo e emissões. A utilização de um sensor permite que a central reconheça a fase do motor em que a partida possa ser feita de modo seqüencial. Ou seja, injetando combustível em um cilindro por vez. Caso contrário, sem o sensor, a central não reconhece em que estágio está o motor e injeta intermitentemente a mistura nos quatro cilindros ao mesmo tempo, desperdiçando combustível e aumentando a emissão de gases.

A calibragem do motor foi totalmente refeita, sempre no sentido de melhorar os índices de consumo de combustível e emissões de gases. A marcha lenta passou de 850 para 750 rpm, condição que o veículo não precisa de carga extra para a manutenção da tensão elétrica (ex: condições com ar condicionado desligado, faróis apagados, limpadores de pára-brisa e desembaçadores desligados).

Para completar a receita mecânica também foram otimizados os mapas de mistura para o consumo e o controle da sonda lambda para as emissões.

Fontes: Fiat Press e Meu Carro Novo.

 
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #4 a: 03 de Setembro, 2008, 18:01:33 »

Emplacamentos de veículos novos no Brasil em Agosto de 2008

Foram vendidos e licenciados 231.063 veículos e comerciais leves em Agosto. As 5 primeiras colocações de vendas neste mês, por montadora, foram:

1º - Fiat, com 25,11%
2º - Volkswagen, com 24,98%
3º - GM, com 21,64%
4º - Ford, com 9,01%
5º - Renault, com 5,33%

No acumulado do ano, a Fiat lidera, com 24,99%.

Os veículo mais vendidos foram:

Volkswagen Gol - 27.113
Fiat Palio - 15.780
GM Corsa Sedan - 12.371
Fiat Uno - 11.518
GM Celta - 11.291
Volkswagen Fox/Crossfox - 10.368
Fiat Siena - 8.782
Ford Ka - 6.275
Fiat Strada - 6.086
Ford Fiesta - 4.675
Toyota Corolla - 4.424
Honda Civic - 4.308
GM Prisma - 3.999
GM Corsa - 3.959
Renault Sandero - 3.734
Ford Ecosport - 3.408
Fiat Punto - 3.355
GM S10 - 3.195
Renault Logan - 3.148
Ford Fiesta Sedan - 3.093
GM Montana - 3.075
Citroën C3 - 3.053
Fiat Palio Weekend - 3.029
Volkswagen Saveiro - 2.866
Volkswagen Kombi - 2.541   d_grin
Honda Fit - 2.381
Fiat Idea - 2.225
GM Astra - 2.217
GM Vectra - 2.191
GM Meriva - 2.188
Hyundai Tucson - 2.088


Outros Fiat:

Fiat Stilo - 1.624
Fiat Fiorino - 1.475
Fiat Doblò - 1.117
Fiat Ducato - 717
Iveco Daily - 142


Força  Fiat !
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #5 a: 24 de Setembro, 2008, 02:28:20 »

Fiat com novo site

www.fiat.com.br

O endereço é o mesmo, mas o site foi todo reformulado. Achei que ficou bom, bem melhor do que estava. O que acharam?

 Fiat  Fiatistas  t_up  
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #6 a: 24 de Setembro, 2008, 02:32:23 »

Arte e sofisticação marcam lançamento do Linea em São Paulo

A Fiat fez de sua volta ao segmento de sedans de luxo um evento memorável. Todo o trabalho da montadora em desenvolver e testar o Linea culminou numa noite de gala com todo o estilo e a ousadia que esse novo lançamento traz às ruas do Brasil.

A festa, realizada no WTC Golden Hall, em São Paulo, reuniu cerca de 3 mil convidados entre celebridades, autoridades, jornalistas e dealers da rede de concessionárias do Brasil e da América Latina. Idealizado pela produtora Hype, o evento trouxe arte performática, multimídia e música brasileira da melhor qualidade para apresentar o maior lançamento da Fiat no mercado brasileiro em 2008.

[dohtml]<object width="425" height="344"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/vW8xxc3JV-s&hl=pt-br&fs=1"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/vW8xxc3JV-s&hl=pt-br&fs=1" type="application/x-shockwave-flash" allowfullscreen="true" width="425" height="344"></embed></object>[/dohtml]

O grupo Nau de Ícaros abriu o evento combinando arte circense, música e dança contemporânea numa performance cênica que revelou o Fiat Linea de forma coreografada, surgindo do cenário abstrato em movimento, em três versões e percorrendo rampas curvas até a frente do palco.

Tendo como mestre-de-cerimônias a atriz Guilhermina Guinle, o presidente da Fiat América Latina, C. Belini, destacou o Linea como um marco tecnológico e de design na indústria automobilística brasileira. Segundo ele, o novo carro é fruto da contínua evolução em design, gestão e engenharia da Fiat em seus mais de 30 anos de presença no País. “Simétricas ou assimétricas, várias linhas nos trouxeram até aqui”, disse Belini ao dar as boas-vindas aos convidados. “Hoje, temos uma linha que expressa design, conceito, tecnologia e atitude. A Fiat escreve Linea: uma moderna linha glamurosa, sofisticada e tecnológica”.


[dohtml]<object width="425" height="344"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/A1hk4fpwUoc&hl=pt-br&fs=1"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/A1hk4fpwUoc&hl=pt-br&fs=1" type="application/x-shockwave-flash" allowfullscreen="true" width="425" height="344"></embed></object>[/dohtml]

Os convidados, que incluíam representantes de concessionárias Fiat de todo o Brasil, apreciaram um jantar comandado pelo Buffet França e depois assistiram a Caetano Veloso e Roberto Carlos, dois ícones que dividiram o palco trazendo um repertório de clássicos da bossa-nova em um show inesquecível em homenagem ao gênio da música brasileira Tom Jobim.

Foi uma noite ímpar, marcando um momento muito especial para a Fiat e o mercado de automóveis de luxo no Brasil. A mesma união de estética e inovação que há em cada detalhe do Fiat Linea, traduzida num evento sofisticado e moderno como ele próprio.

Fonte: Blog do Linea
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #7 a: 03 de Outubro, 2008, 01:49:57 »

Emplacamentos de veículos novos no Brasil em Setembro de 2008

Foram vendidos e licenciados 254.182 veículos e comerciais leves em Setembro. As 5 primeiras colocações de vendas neste mês, por montadora, foram:

1º - Fiat, com 24,57%
2º - Volkswagen, com 23,86%
3º - GM, com 22,36%
4º - Ford, com 8,33%
5º - Renault, com 5,87%

No acumulado do ano, a Fiat lidera, com 24,85%.

Os veículo mais vendidos foram:

Volkswagen Gol - 28.225
Fiat Palio - 16.618
Fiat Uno - 14.000
GM Corsa Sedan - 13.744
GM Celta - 12.802
Volkswagen Fox/Crossfox - 11.050
Fiat Siena - 8.771
Fiat Strada - 7.021
Honda Civic - 6.377
Ford Ka - 6.129
GM Corsa - 5.784
Ford Fiesta - 4.917
Renault Sandero - 4.878
Toyota Corolla - 4.562
GM Prisma - 4.498
Ford Ecosport - 4.336
Renault Logan - 4.114
Fiat Palio Weekend - 3.713
Honda Fit - 3.467
Ford Fiesta Sedan - 3.440
Citroën C3 - 3.437
Fiat Punto - 3.132
GM S10 - 3.087
Peugeot 207 - 2.937
Volkswagen Saveiro - 2.934
GM Montana - 2.879
Fiat Idea - 2.654
Volkswagen Kombi - 2.571   d_grin
GM Astra - 2.474
VW SpaceFox - 2.339
GM Vectra - 2.206


Outros Fiat:

Fiat Stilo - 1.443
Fiat Fiorino - 1.417
Fiat Doblò - 992
Fiat Ducato - 813
Iveco Daily - 125
Linea - 33


 Fiat
« Última edição: 05 de Novembro, 2008, 23:01:09 por ivan4an » Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #8 a: 12 de Outubro, 2008, 00:09:50 »

Punto T-Jet flagrado no Brasil





O Punto Turbo surgiu pela primeira vez no QRX deste ano, mas na época a Fiat se limitou a classificar o carro como um mero “show-car”. Mas o carro, que será uma das principais atrações da marca no Salão do Automóvel, realmente chegará ao mercado brasileiro em breve.

É o que comprovam as imagens enviadas pelo leitor Fernando Augusto Coelho Pinho, de Minas Gerais, que flagrou duas unidades completamente sem disfarces. Aparentemente, os veículos posavam para fotos de divulgação, como podemos perceber pelas placas dos carros.



As imagens também revelam que o nome da versão de produção será T-Jet, mesma nomenclatura adotada pelo sedã Linea e presente nas portas dianteiras e na tampa traseira.

Na parte estética, o carro é praticamente idêntico ao Punto Abarth europeu. O pára-choque dianteiro (que inclui novas entradas de ar e grade frontal), as molduras pretas nos pára-lamas e as rodas de liga leve de 17 polegadas são os mesmos do esportivo lançado em 2007 no Velho Continente.

O hatchback será equipado com um motor 1.4 8V Turbo, o mesmo utilizado no Linea e que é capaz de gerar 152 cv. Por conta do menor peso, o desempenho do novo esportivo deve ser ligeiramente melhor do que o três-volumes. Nas medições realizadas por QUATRO RODAS, o sedã acelerou de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos e atingiu a velocidade máxima de 202 km/h.

A Fiat deve divulgar maiores detalhes sobre o Punto T-Jet apenas durante a mostra paulista, que abrirá suas portas para o público no dia 30 de outubro.

Fonte: Revista Quatro Rodas
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
PeteCunha
Torres Novas
Moderação
Ferrari
****
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 10170



WWW
« Responder #9 a: 12 de Outubro, 2008, 02:29:34 »

oh coisa lindaaaaaaaaaaa!!! :love: :love: :love: :love: :love: :love: :love: :love: :love: :love: :love: :love:  
Logado

Lancia Thema 2.0 Turbo 16v (do Aço)                        &                        Cinquecento Sport 1.1 IE (do Alumínio)
Catarina Oliveira
Zagato
*
Offline Offline

Posts: 2398



« Responder #10 a: 12 de Outubro, 2008, 13:10:17 »

para ser sicera ha qualquer coisa nesse carro que me esta a fazer impressao! d_umpf essa frente...
se calhar é so o choq da 1º impressao!

(off-topic: essa tua frase ivan... nao imaginas as vezes que ja a disse que tenho dito!)

Edit:sim a frase do teu avatar!
« Última edição: 12 de Outubro, 2008, 17:32:24 por Catarina Oliveira » Logado
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #11 a: 12 de Outubro, 2008, 17:20:29 »

Citar
para ser sicera ha qualquer coisa nesse carro que me esta a fazer impressao! d_umpf essa frente...
se calhar é so o choq da 1º impressao!

(off-topic: essa tua frase ivan... nao imaginas as vezes que ja a disse que tenho dito!)
Catarina.. referes-te à frase que tenho junto ao avatar?

Faz o seguinte... clica no link da notícia sobre o (G)Punto T-Jet, e veja por ti mesma os comentários que o pessoal fez sobre a matéria...

É triste ver que são tantos os Vaguistas por aqui..... :buaaa:

Mas, é assim mesmo. Tínhamos um senhor que possuía uma Palio Weekend Adventure, e recentemente trocou por um Honda New Civic.

Well, mal foi lançado o Linea por aqui, e já voltou para a Fiat...  smash

Por isso, digo: Quem fala mal da Fiat, é quem nunca teve um.

 Fiatistas  Fiat  palmas  buba  
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
GT Abarth
Moderação
Ferrari
****
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 24750


La vita è troppo corta per non guidare Italiano


WWW
« Responder #12 a: 13 de Outubro, 2008, 01:31:50 »

A  Fiat bem que podia oferecer uma gama de motores bem mais completa no Brasil, por exemplo o 1400 T-Jet de 155cv.
Acho que seria um sucesso!
Logado

Vetture Italiane: più di automobili, uno stile di vita!

Stilo Abarth
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=12637.0

Punto GT3
www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=15451.0
ivan4an
Zagato
*
Offline Offline

Sexo: Homem
Posts: 2175



WWW
« Responder #13 a: 16 de Outubro, 2008, 01:36:19 »

Fiat estaria testando motor SGE no Brasil

De acordo com o Automotive Business, a Fiat Powertrain Technologies (FPT) já estaria testando o motor SGE, de dois cilindros, em terras brasileiras. O propulsor, originalmente idealizado para ser produzido na planta da marca na Polônia, poderia ser utilizado em modelos compactos da empresa italiana no Brasil. A Fiat estaria testando a tecnologia bicombustível no motor, para deixá-lo adaptado aos nossos combustíveis (a gasolina com 20-25% de álcool) e tornar possível o consumo de etanol.

Para quem não se lembra, o motor SGE tem apenas dois cilindros e cerca de 900 cm³ de deslocamento. Os pistões atuam de forma "twin", em que sobem e descem no mesmo momento. Lá fora, o modelo teria duas versões a gasolina: uma aspirada com 65 cv e a outra, turbinada, com 105 cv. Eles podem ser oferecidos no 500, no novo Topolino e até no Panda e no Grande Punto, na versão turbinada. Dados sobre o torque não foram divulgados, mas afirma-se que os números sejam superiores aos dos 1.0 atuais.

Acreditava-se que o motor não seria oferecido no mercado brasileiro, mas parece que ele poderá equipar o sucessor de Palio e Mille, assim como suas potenciais derivações (Siena, Palio Weekend, Strada e até outros). Pela potência, o motor turbinado poderia chegar até mesmo ao Punto e ao Idea.


Fonte: Auto Diário
Logado

Quem fala mal de FIAT nunca teve um.


FIAT Siena ELX 1.0 8v
Tiffosi
Moderação
Ferrari
****
Online Online

Sexo: Homem
Posts: 15868



WWW
« Responder #14 a: 16 de Outubro, 2008, 13:04:11 »

Consta que podem atingir mais de 130cv/l de potência e perto de 200Nm/l de binário, estando previstos 120cv e 180Nm para a versão "musculada".
« Última edição: 16 de Outubro, 2008, 13:08:57 por Tiffosi » Logado





Páginas: [1] 2 3   Ir para o Principio
  Imprimir  
 
Saltar para:  





Powered by MySQL Lampredi Edition Powered by ABARTH PHP Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2011, Simple Machines Valid XHTML 1.0! Valid CSS!
Página criada em 8.728 segundos com 23 queries.
SimplePortal 2.3.1 © 2008-2009, SimplePortal