Autor Tópico: Inspecções: Algumas considerações e Relatório  (Lida 31780 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

LB

  • Ferrari

  • Offline
  • *
  • 16569
  • Karma:
    +17/-68
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #45 em: 08 de Agosto, 2011, 18:47:49 »
quanto às homologações é assim e "como verdade abosluta":

tudo o que tiver homologação de peça separada com carimbo CE para o teu carro, pordes pôr à vontade!

colectores 4 x 2 x 1 que tu mandes fazer, apesar de não fazer mais barulho não passa! tubo de escape inox que não tenha carimbo CE homologado para o teu carro, não passa! filtro KN só se estiver dentro da caixa de origem homologado!

bolachas: proibido! não há homologação! mas se a jante já trouxer a bolachas, já +e outra coisa;

jante que saia do lado do carro tem que ser coberta com aba senão chumba e leva multa

Barra AA só de marca com carimbo CE e homologada para o teu carro!

este tipo coisas que montas já traz homologação prévia para o teu carro, por isso não precisa de ser homologado;

mudança de motor feita pela fábrica, vai a nova homologação, mas para o fabricante isso é amendoim para macaco! tu sózinho não fazes com 3 cantigas!

turbo diferente só promovendo homologação etc. etc. etc e isto que digo pode até ser não verdade absoluta, mas garanto-te que sei muito mais de homologações automóveis do que aquilo que tu pensas..

na questão de aumentos de potência, passar de 105 para 130 cv basta eles dizerem que os 105 ou estão na roda ou estão no eixo da cambota, etc, etc, etc...

smokeme

  • Maserati

  • Offline
  • *
  • 5584
  • Karma:
    +0/-0
    • http://smokeme.coconia.net/index.htm
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #46 em: 09 de Agosto, 2011, 10:59:34 »
este topico já me dá vontade de rir....

a lei está muito bem feita para o lado deles e mal feita para o nosso.. diz simplesmente que NÃO podes alterar as characteristicas tecnicas de um veiculo. ou seja tudo o que não estiver na homologação do veiculo está ilegal. uma coisa é passar na ipo outra é estar legal..

Portugal é um dos paises que não cumpre a legislação europeia, em quase todos os paises da UE o que conta é a homologação da peça, em Portugal o que conta é a homologação do veiculo.. ou seja a peça pode ter homologação CE ou TUV que é ilegal, a unica exceção é se for homologada para o veiculo como no caso de kits de origem de fabrica...

só de salientar que os 130R não estão "legais", só ficaram por homologação da fiat. basta tentares fazer uma replica e logo vês o quanto ilegal estão :lol:

http://turbofire.no.sapo.pt/index.htm
Diesel não é a minha area...
 
Coloquem as perguntas no forum ou pesquisem, não respondo a PM.

MomoX1

  • Giannini

  • Offline
  • *
  • 480
  • Karma:
    +0/-0
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #47 em: 09 de Agosto, 2011, 15:20:35 »

retirado do 1º tópico...
Citar
Colector ou tubagem diferente do original sem problemas de ruído - Aprovação
Alteração das molas com rebaixamento do veiculo - Reprovação
Alteração da altura ao solo. Molas ou espaçadores - Reprovação
Alteração da distância entre vias - Reprovação

Alteração para HID (xenon).
Apenas é permitida se no carro em questão, caso este não possua, o modelo de origem for homologado.

Necessária a montagem correcta das lampadas, lava-forois e regulação automática de farois.
Obviamente que o kit de xenon, tem que ser um kit previamente homologado.

Alteração de comercial para 5 lugares...
Se tiver o papel de conformidade aprovado pela marca, não sou obrigado a ir a inspecção B.
Medir gases ou ver instalação de bancos e cintos... só tenho que apresentar os papeis necesários e pagar imposto.
Se não tiver o palel de conformidade, tenho que ir a inspecção B, verificar a alteração, medir CO2, apresentar a papelada  e pagar imposto.

Não falam dos injectores?? :maufeitio:
Os 068 foram substituidos pelos 119 nos motores CF3.
É quase como a questão das cabeças dos 1ºs motores 2000 TDI 140, aos 100 mil km racham...
O grupo VW não vende a cabeça do motor original, vende a cabeça do motor melhorada e reforçada.

Fiat Uno T.ie MK II
Fiat Bravo GT Jtd 100 (19x hp)
Fiat Coupè 20v Turbo
Audi A4 avant TDI 130

smokeme

  • Maserati

  • Offline
  • *
  • 5584
  • Karma:
    +0/-0
    • http://smokeme.coconia.net/index.htm
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #48 em: 09 de Agosto, 2011, 15:49:41 »
retirado do 1º tópico...
Alteração para HID (xenon).
Apenas é permitida se no carro em questão, caso este não possua, o modelo de origem for homologado.

Necessária a montagem correcta das lampadas, lava-forois e regulação automática de farois.
Obviamente que o kit de xenon, tem que ser um kit previamente homologado.

Alteração de comercial para 5 lugares...
Se tiver o papel de conformidade aprovado pela marca, não sou obrigado a ir a inspecção B.
Medir gases ou ver instalação de bancos e cintos... só tenho que apresentar os papeis necesários e pagar imposto.
Se não tiver o palel de conformidade, tenho que ir a inspecção B, verificar a alteração, medir CO2, apresentar a papelada  e pagar imposto.

Não falam dos injectores?? :maufeitio:
Os 068 foram substituidos pelos 119 nos motores CF3.
É quase como a questão das cabeças dos 1ºs motores 2000 TDI 140, aos 100 mil km racham...
O grupo VW não vende a cabeça do motor original, vende a cabeça do motor melhorada e reforçada.



alteração para HID só é permitida em farois homologados, kits são ilegais. o farol tem de ter nivelação automatica e o veiculo tem de ter lava-farois.

alteração de comercial para 5 lugares só pode ser feito em veiculos que tenham homologação para 5 lugares.. são TODOS obrigados a ir a inspeção B, o documento unico só é alterado depois de entregares os papeis todos incluindo a aprovação em IPO B. desde 2007 que já não compensa financeiramente fazer a alteração com as leis actuais de calculo do imposto a pagar.


as marcas podem fazer alterações nas homologações que têm, ou por alteração ou novas normas a cumprir etc (caso dos injectores) muitas vezes é feito para prolongar a vida util de certos veiculos ou motores (caso dos tdi que já cá andam desde 90)..

gostava de saber onde tiraste a ideia da vw vender a cabeça melhorada e reforçada, lá por o numero da peça mudar não significa nada.. há centos de peças na vw com numeros diferentes que são exctamente a mesma peça e com preços a variar consoante o destino.

http://turbofire.no.sapo.pt/index.htm
Diesel não é a minha area...
 
Coloquem as perguntas no forum ou pesquisem, não respondo a PM.

MomoX1

  • Giannini

  • Offline
  • *
  • 480
  • Karma:
    +0/-0
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #49 em: 11 de Agosto, 2011, 09:08:38 »

 

Entendes Kit como o quê?

Só e apenas como Kit de xenon do chinês?

Se fores a uma loja de peças e pedires um kit de embreagem trazes o quê?

Também existem kit de xenon homologados, ou seja, os originais

Em caso de acidente e danificares o xenon tens que comprar um kit xenon..

Alteração para comercial, não andasse eu a investigar o que é necessário e a entrar em contacto com a TDS, a alfândega e IMTT...
A TDS passa um certificado com o CO2 do carro e uma aprovação de homologação para 5 lugares do carro em questão...
Com este documento não é necessária a inspecção B... informa-te melhor.

Errada a tua afirmação, ao afirmar que não compensa a alteração desde 2007...
Em Dezembro de 2008, a agência Maia, por 450€ tratava dos papeis e legalização pelo Fiat Bravo Jtd van...
Se fosse eu a tratar dos papeis, pagava alteração de livrete, apenas...
No que toca ao imposto a pagar, tinha que ser reembolsado, mas a resposta deles é que só recebem não pagam ..
A TDS naquele ano não levava custos pelo certificado de conformidade...

· Declaração Aduaneira de Veículos (DAV) do ano da matriculação do veículo (poderá ser identificada na Alfândega no momento da transformação);
· Factura referente à alteração do veículo;
· Apresentar documento comprovativo da emissão de CO2 e das partículas (inspecção efectuada num Centro de Inspecções de controlo B caso não obtenha o documento certificado de conformidade);
· Certificado de conformidade (deverá contactar o representante oficial da marca em Portugal)
· DCV (declaração complementar de veículo) obter na Alfândega no momento da legalização ;
· Nova DAV (obter na Alfândega no momento da legalização) para liquidação e pagamento do ISV e do IVA;
· Livrete e registo de propriedade ou documento único;
· BI (Bilhete de Identidade);
· Nº de Contribuinte;


Neste momento a alteração, para o Bravo Jtd 100 (2001) fica em 1900€ com a papelada toda e imposto pago...
Fiat Stilo Jtd 115 Van (2003) paga 1150€ com a papelada toda e imposto pago...
Bancos e montagem, custos são à parte...


Queres ver que a VW resolveu o problema só em trocar o num da ref. da peça (cabeça do motor)...
incrível, pois a partir de 2005 os 2.0 TDI 140 deixaram de ter o problema
Fiat Uno T.ie MK II
Fiat Bravo GT Jtd 100 (19x hp)
Fiat Coupè 20v Turbo
Audi A4 avant TDI 130

smokeme

  • Maserati

  • Offline
  • *
  • 5584
  • Karma:
    +0/-0
    • http://smokeme.coconia.net/index.htm
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #50 em: 11 de Agosto, 2011, 10:11:01 »


Entendes Kit como o quê?

Só e apenas como Kit de xenon do chinês?

Se fores a uma loja de peças e pedires um kit de embreagem trazes o quê?

Também existem kit de xenon homologados, ou seja, os originais

Em caso de acidente e danificares o xenon tens que comprar um kit xenon..

Alteração para comercial, não andasse eu a investigar o que é necessário e a entrar em contacto com a TDS, a alfândega e IMTT...
A TDS passa um certificado com o CO2 do carro e uma aprovação de homologação para 5 lugares do carro em questão...
Com este documento não é necessária a inspecção B... informa-te melhor.

Errada a tua afirmação, ao afirmar que não compensa a alteração desde 2007...
Em Dezembro de 2008, a agência Maia, por 450€ tratava dos papeis e legalização pelo Fiat Bravo Jtd van...
Se fosse eu a tratar dos papeis, pagava alteração de livrete, apenas...
No que toca ao imposto a pagar, tinha que ser reembolsado, mas a resposta deles é que só recebem não pagam ..
A TDS naquele ano não levava custos pelo certificado de conformidade...

· Declaração Aduaneira de Veículos (DAV) do ano da matriculação do veículo (poderá ser identificada na Alfândega no momento da transformação);
· Factura referente à alteração do veículo;
· Apresentar documento comprovativo da emissão de CO2 e das partículas (inspecção efectuada num Centro de Inspecções de controlo B caso não obtenha o documento certificado de conformidade);
· Certificado de conformidade (deverá contactar o representante oficial da marca em Portugal)
· DCV (declaração complementar de veículo) obter na Alfândega no momento da legalização ;
· Nova DAV (obter na Alfândega no momento da legalização) para liquidação e pagamento do ISV e do IVA;
· Livrete e registo de propriedade ou documento único;
· BI (Bilhete de Identidade);
· Nº de Contribuinte;


Neste momento a alteração, para o Bravo Jtd 100 (2001) fica em 1900€ com a papelada toda e imposto pago...
Fiat Stilo Jtd 115 Van (2003) paga 1150€ com a papelada toda e imposto pago...
Bancos e montagem, custos são à parte...


Queres ver que a VW resolveu o problema só em trocar o num da ref. da peça (cabeça do motor)...
incrível, pois a partir de 2005 os 2.0 TDI 140 deixaram de ter o problema


xenon de origem é vendido como ballastro, lampada, farol ou o kit completo..


ao que parece enganei-me, a alteração da lei foi em 2009 e não 2007..
se achas que os valores que mencionas para a alteração de 2 para 5 lugares compensa és doido.. em 2003 alterei o meu golf 3 de 2 para 5 lugares e paguei quase 400euros pela papelada e imposto, de salientar que o carro era de 97 ou seja tinha 6 anos na altura... anterior a 2007 o ponto de alteração era aos 6anos onde em quase todos os carros o valor ficava abaixo dos 500euros, agora mesmo num carro com 10 anos não baixa dos 1000euros, considerando que tens carros que por essa altura pouco mais que isso valem deixa de compensar...

a ipo B é obrigatoria quando a mudança, EXCEPTO quando a alteração é feita pela Fiat que te assina os papeis e fornece o material... acho que a maioria do pessoal arranja os bancos e cintos muito mais baratos por fora e faz a alteração em casa, a ipo B mais material fica muito mais barato que o material e montagem na Fiat..

tambem andei a ver isso para o meu punto, o valor ha uns meses só de imposto ficava perto dos 3000euros, considerando que o carro actualmente vale pouco menos não compensa...

com a lei anterior a 2009 pagavas a diferença do imposto entre o 5 lugares e o dois lugares (ou seja o que faltava pagar) e o valor ia descendo uma percentagem, o valor minimo era atingido aos 10 anos com uma redução de 80%...

Citar
As transformações de veículos de mercadorias em passageiros são autorizadas apenas em veículos ligeiros.     Documentos   Consoante as situações, o pedido de autorização deve ser acompanhado dos seguintes documentos:     Com Plano Geral de Transformação: •Formulário Modelo 9 IMTT;
 •Certificado comprovativo da conformidade da transformação com o plano geral (Documentos emitidos pela entidade que efectuou a transformação com base no plano geral);
 •Documento alfandegário (DAV) comprovativo da regularização do imposto devido;
 •Documento de identificação do veículo (Livrete+Título de Registo de Propriedade ou Certificado de matrícula);
 •Documento de identificação do requerente (ou fotocópia).
 Taxa: € 50,00     Sem Plano Geral de Transformação: •Formulário Modelo 9 IMTT;
 •Documento alfandegário  comprovativo da regularização do imposto devido;
 •Documento de identificação do veículo (Livrete+Título de Registo de Propriedade ou Certificado de matrícula);
 •Documento de identificação do requerente (ou fotocópia);
 •Pedido de aprovação de plano individual de transformação;
 •Desenhos do veículo transformado à escala adequada (o desenho deve apresentar as alterações pretendidas através das vistas LATERAL, CIMA e RETAGUARDA, devidamente cotadas);
 •Memória descritiva sucinta;
 •Termo de responsabilidade pela transformação.
 Taxa: € 150,00     Com dispensa de apresentação de Plano de Transformação: •Formulário Modelo 9 IMTT;
 •Documento alfandegário comprovativo da regularização do imposto devido;
 •Documento de identificação do veículo (Livrete+Título de Registo de Propriedade  ou Certificado de matrícula);
 •Documento de conformidade da transformação com modelo de veículo homologado, emitido pelo titular da homologação;
 •Documento de identificação do requerente (ou fotocópia).
 Taxa: € 165,00     
Procedimentos   
1. Tendo por base um projecto de transformação aprovado, ou a conformidade do veículo após a transformação, com um modelo de veículo homologado, o interessado, após execução da transformação pretendida, deve regularizar a situação do veículo junto da Alfândega.   
2. Na posse de todos os documentos necessários, os interessados devem apresentar os pedidos de regularização da transformação junto dos Serviços Regionais e Distritais do IMTT.   
3. Após verificação da conformidade de todos os elementos com a legislação em vigor, o IMTT procede à emissão de um novo Certificado de Matricula, que será remetido directamente para o proprietário do veículo.    
4. Para efeitos de regularização prévia do imposto devido os interessados podem consultar a Direcção-Geral das Alfândegas e dos Impostos e Especiais sobre o Consumo (DGAIEC).
source http://www.imtt.pt/sites/IMTT/Portugues/Veiculos/Aprovacoes/Transformacoes/Mercadoriaspassageiros/Paginas/TransformacaoMercadoriaSemPassageiros.aspx

ora segundo a lei actual já não há exceções e todos precisam de ipo B, descrito no ponto 3 nos procedimentos :t_up:


qualquer fabricante pode alterar peças consoante a evolução das necessidades.. no caso da VW o motor 2.0 tdi teve problemas que foram rectificados, não quer dizer que a cabeça que compras nova com outro numero seja diferente... alias a VW é uma das marcas que raramente corrige defeitos de fabrico a não ser que não durem a garantia.. não te lembras do defeito dos 1.9 idi, tanto o D como o TD têm o defeito de partir o muscatel da cambota e embrulhar o motor, toda a gente sabe isso mas não foi por isso que foi corrigido.. o 1.9tdi de de 150cv (PD) tambem tinha defeito e mais uma vez em vez de corrigir apareceu o 2.0tdi...

http://turbofire.no.sapo.pt/index.htm
Diesel não é a minha area...
 
Coloquem as perguntas no forum ou pesquisem, não respondo a PM.

Luke

  • Administrador
  • Ferrari

  • Offline
  • *****
  • 45139
  • Karma:
    +4/-2
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    In Racing we Trust!!!
    • Fiatistas.com
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #51 em: 11 de Agosto, 2011, 10:38:17 »
"escatel"
Piccole: Uno -> 127 -> 127 -> 127 -> Ritmo -] X1/4 AB / X1/9 1500 / Uno GPL
Grandi: 125 -> Dedra -> Thema -> Tempra -> Prisma / Thema / Croma

Ev0luti0n_Turbinas

  • Giannini

  • Offline
  • *
  • 435
  • Karma:
    +0/-0
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #52 em: 23 de Agosto, 2011, 23:04:09 »
quanto às homologações é assim e "como verdade abosluta":

tudo o que tiver homologação de peça separada com carimbo CE para o teu carro, pordes pôr à vontade!

colectores 4 x 2 x 1 que tu mandes fazer, apesar de não fazer mais barulho não passa! tubo de escape inox que não tenha carimbo CE homologado para o teu carro, não passa! filtro KN só se estiver dentro da caixa de origem homologado!

bolachas: proibido! não há homologação! mas se a jante já trouxer a bolachas, já +e outra coisa;

jante que saia do lado do carro tem que ser coberta com aba senão chumba e leva multa

Barra AA só de marca com carimbo CE e homologada para o teu carro!

este tipo coisas que montas já traz homologação prévia para o teu carro, por isso não precisa de ser homologado;

mudança de motor feita pela fábrica, vai a nova homologação, mas para o fabricante isso é amendoim para macaco! tu sózinho não fazes com 3 cantigas!

turbo diferente só promovendo homologação etc. etc. etc e isto que digo pode até ser não verdade absoluta, mas garanto-te que sei muito mais de homologações automóveis do que aquilo que tu pensas..

na questão de aumentos de potência, passar de 105 para 130 cv basta eles dizerem que os 105 ou estão na roda ou estão no eixo da cambota, etc, etc, etc...

quem é que vai reparar em turbos diferentes? quem é que vai ligar a bolachas, a menos que façam com que a jante saia fora da carroçeria? colectores? sempre ouvi dizer onde vou á inspecção que não fáz diferença nenhuma.

A única coisa que acertaste foi nas jantes saírem fora da corroçeria.-..

smokeme

  • Maserati

  • Offline
  • *
  • 5584
  • Karma:
    +0/-0
    • http://smokeme.coconia.net/index.htm
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #53 em: 23 de Agosto, 2011, 23:08:34 »
quem é que vai reparar em turbos diferentes? quem é que vai ligar a bolachas, a menos que façam com que a jante saia fora da carroçeria? colectores? sempre ouvi dizer onde vou á inspecção que não fáz diferença nenhuma.

A única coisa que acertaste foi nas jantes saírem fora da corroçeria.-..

então tem tu o azar de calhar numa operação stop manhosa, eu tambem pensava que não as faziam para estes lados...

http://turbofire.no.sapo.pt/index.htm
Diesel não é a minha area...
 
Coloquem as perguntas no forum ou pesquisem, não respondo a PM.

Ev0luti0n_Turbinas

  • Giannini

  • Offline
  • *
  • 435
  • Karma:
    +0/-0
Re: Inspecções: Algumas considerações e Relatório
« Responder #54 em: 06 de Setembro, 2011, 03:14:38 »
epá, acho que ou as pessoas exageram, ou então isso é o terror aí para esses lados, com polícias com visão raio X e sedentos de sangue no que toca a l i x a r carros alterados  :pain10:

***edit***
ja não é a primeira nem a segunda vez que isto acontece. vê se deixas de usar esses termos!
« Última modificação: 06 de Setembro, 2011, 11:00:27 por Luke »