Autor Tópico: Via Verde  (Lida 21514 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #15 em: 14 de Agosto, 2008, 15:00:34 »
Via Verde disponível no Hospital de Santa Maria



Sistema Via Verde implementado em mais um parque de estacionamento em Lisboa

A Via Verde Portugal tem em funcionamento o sistema Via Verde no parque de estacionamento P2 do Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Depois da introdução do sistema no P1 daquela unidade hospitalar, em Maio passado, é agora a vez de o segundo parque do hospital também permitir o acesso Via Verde aos cerca de 1500 lugares disponíveis.

O serviço Via Verde passa assim a estar presente em 61 parques de estacionamento, distribuídos por todo o país: Lisboa (40), Amadora (1), Cascais (3), Estoril (1), Aveiro (1), Leiria (2), São João da Madeira (2), Porto (6), Matosinhos (1), Póvoa do Varzim (1), Faro (1), Portimão (1) e São Julião do Tojal (1).

As soluções de pagamento electrónico em parques de estacionamento, disponibilizadas através do sistema Via Verde, asseguram rapidez e comodidade ao seu utilizador final.

O funcionamento do sistema é simples: à entrada do parque, o utilizador só tem de carregar no botão Via Verde existente na consola. Quando o veículo sai do parque fica, automaticamente, registado o tempo de estacionamento, sendo o respectivo valor descontado posteriormente na conta bancária do cliente associada à Via Verde.

Fonte: Auto Motor





billy_navaraD40

  • Moretti

  • Offline
  • *
  • 262
  • Karma:
    +0/-0
Via Verde
« Responder #16 em: 14 de Agosto, 2008, 17:45:52 »
e na A17 em aveiro a via verde é as duas principais faxas de rodagem... tens de pagar, sais por um ramal de acesso para parlare con la senhorina... um luxo!!!

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #17 em: 14 de Novembro, 2008, 18:14:16 »
Via Verde desactiva lojas de Oeiras e Mealhada

A Via Verde anunciou que vai desactivar as lojas de Oeiras e da Mealhada e reforçar o atendimento nas lojas de Carcavelos, Saldanha e Aveiro. As alterações concretizam-se no dia 16 de Novembro.

A empresa informou, também, que já se encontra em funcionamento o sistema Via Verde no parque de estacionamento Castil, em Lisboa.

Fonte: Auto Hoje





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #18 em: 16 de Dezembro, 2008, 00:40:29 »
Via Verde em funcionamento no Colombo

A Via Verde já se encontra em funcionamento no parque de estacionamento do centro comercial Colombo, em Lisboa.

Com a introdução deste sistema de pagamento, o serviço Via Verde passa assim a estar presente em 65 parques de estacionamento, distribuídos por todo o país.

À entrada do parque, o utilizador apenas tem de carregar no botão Via Verde existente na consola. Quando o veículo sai do parque fica, automaticamente, registado o tempo de estacionamento, sendo o respectivo valor descontado na conta bancária do cliente associado à Via Verde.

Fonte: Auto Hoje





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #19 em: 11 de Junho, 2010, 13:56:47 »

 
Identificadores Via Verde – Evolução tecnológica

 
 
A Via Verde Portugal irá, em breve, adoptar novos modelos de identificadores, podendo os actuais continuar a ser utilizados sem quaisquer restrições, não sendo por isso necessário proceder à sua substituição.
 
A Via Verde Portugal irá, em breve, adoptar novos modelos de identificadores, tecnologicamente mais evoluídos, e em conformidade com as normas europeias em vigor, reguladoras da actividade de cobrança electrónica de portagens, deixando, progressivamente, de comercializar os actuais identificadores.

No entanto, os actuais identificadores continuarão a poder ser utilizados sem quaisquer restrições em auto-estradas e pontes, parques de estacionamento e postos de abastecimento da rede Galp, não sendo por isso necessário proceder à sua substituição.

Neste processo de transição, poderão verificar-se situações temporárias de indisponibilidade, que poderão traduzir-se em interrupções ou atrasos na comercialização dos identificadores Via Verde, facto que a Via Verde lamenta desde logo.

Prevê-se que os novos modelos de identificadores possam estar disponíveis a partir de Agosto de 2010.

A Via Verde estará disponível para quaisquer informações ou esclarecimentos considerados necessários, através da Linha de Apoio ao Cliente (707 500 900), dias úteis das 8:30h às 20:30h.

23-04-2010

Fonte: Via Verde





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #20 em: 01 de Outubro, 2010, 18:19:32 »
Via Verde serve para processar descontos nas SCUT


Antigos identificadores Via Verde são válidos para quem pretender beneficiar de isenções e descontos nas portagens

Os antigos identificadores Via Verde são válidos para quem pretender beneficiar de isenções e descontos nas portagens nas até agora auto-estradas sem custos para o utilizador (SCUT).

"Os clientes da Via Verde irão beneficiar dos descontos", disse à agência Lusa fonte da Via Verde Portugal, salientando que, contudo, "ainda falta publicar um conjunto de portarias" que irão definir como se irá processar o regime de isenções e descontos.

Fonte do Ministério das Obras Públicas diz que "está para breve" a publicação da nova portaria, sem precisar se será esta semana ou na próxima.

A lei que acabou com a obrigatoriedade de chip de matrícula como meio de pagamento de portagens nas SCUT, publicada dia 7 em Diário da República, dá ao Governo 30 dias para mudar a portaria que estabelece os regimes de pagamento.

De acordo com a fonte da Via Verde contactada pela Lusa, só depois de publicada a portaria em falta se ficará a saber o que cada cliente da Via Verde terá de fazer para beneficiar das isenções e descontos.

A fonte refere que a Via Verde não está a pedir aos seus clientes comprovativos de residência ou de cumprimento de outros requisitos para beneficiar de isenções e descontos, o que poderá acontecer mais tarde, caso a portaria o venha a determinar.

"O que a Via Verde vende são identificadores Via Verde", afirma a fonte, esclarecendo que a empresa não vai vender outros sistemas de pagamento, nomeadamente os chamados Dispositivos Electrónicos de Matrícula (DEM).

A Via Verde Portugal retomou segunda-feira a venda dos novos identificadores Via Verde, que, segundo o site da empresa, "representam uma evolução tecnológica e têm um preço mais acessível", que varia entre 25 e 27 euros.

Segundo a fonte as lojas Via Verde venderam no primeiro dia "cerca de 500 identificadores", tendo actualmente cerca de 23.000 pré-adesões registadas.

O Conselho de Ministros decidiu, dia 9, que a cobrança de portagens nas SCUT Norte Litoral, Grande Porto e Costa da Prata terá início a 15 de Outubro.

Nas restantes SCUT (Interior Norte, Beiras Litoral e Alta, Beira Interior e Algarve), a cobrança de portagens terá início a 15 de Abril de 2011.

O Governo definiu também um regime de isenções e descontos até 30 de Junho de 2012 para as empresas e pessoas residentes "nos concelhos em que qualquer parte desse concelho esteja situada a menos de 10 quilómetros da via" (20 quilómetros, nas SCUT do interior).

O regime prevê a isenção de pagamento nas dez primeiras passagens por mês numa SCUT, e um desconto de 15% a partir da 11.ª passagem.

Fonte: AutoPortal





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Re: Via Verde
« Responder #21 em: 01 de Outubro, 2010, 20:07:41 »
Vendas de novos identificadores Via Verde arrancam
     


A nova geração de identificadores Via Verde, que permite o pagamento nas SCUT, apresenta uma evolução tecnológica que antecipa a capacidade de interoperabilidade europeia 

A Via Verde iniciou, esta segunda-feira, as vendas da nova geração de identificadores na sua rede de lojas. Com um novo design e dotado de novas funcionalidades, os identificadores agora em distribuição foram desenvolvidos conforme as normas europeias permitindo, no futuro, a participação nos projectos de interoperabilidade europeia.

Os identificadores Via Verde passam a ser Medium Data Rate (MDR) – os anteriores eram Low Data Rate (LDR) – o que lhes confere maior velocidade de transmissão e maior capacidade de armazenamento de dados permitindo, no futuro, uma maior diversidade de funções. No entanto, até ao final de 2010, os novos identificadores não poderão ser usados para pagamento de abastecimento de combustível e de parques de estacionamento.

A manutenção é outro dos factores distintivos face à anterior geração de identificadores. Dotados de uma bateria de longa duração, que evita as substituições frequentes de pilha, os novos identificadores podem definir-se como um equipamento sem manutenção.

Os novos identificadores têm um preço de 27 euros, inferior ao preço praticado para a anterior geração da Via Verde. Este preço poderá ainda ser reduzido para 25 euros, no caso em que o cliente decida aderir ao extracto electrónico.

Os actuais identificadores continuarão em funcionamento, não sendo necessária a sua substituição pela nova geração de equipamentos. Todos os identificadores Via Verde servem para pagamento em todas as auto-estradas com portagem, incluindo as SCUT, que passam a ser portajadas a partir do próximo dia 15 de Outubro.

Fonte: LusoMotores





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #22 em: 18 de Janeiro, 2011, 21:17:17 »
Via Verde «bloqueia» barreiras de portagens em Espanha


Vários condutores tiveram de travar a fundo por a barreira não levantar, correndo o risco de sofrer colisões de veículos que seguiam atrás

A Via Verde confirmou hoje à Lusa a notícia avançada pelo jornal galego Faro de Vigo, segundo a qual o dispositivo usado pelos espanhóis nas ex-SCUT portuguesas pode bloquear as barreiras de portagem em Espanha.

Segundo o Faro de Vigo, a Via Verde utilizada pelos automobilistas galegos para poderem circular nas antigas SCUT portuguesas está a bloquear as barreiras de portagem em Espanha a quem tem simultaneamente o dispositivo espanhol Via T.

Contactada pela Lusa, fonte da Via Verde referiu que “as interferências entre os dois identificadores [português e espanhol] eram antecipáveis”, motivo que levou as operadoras dos dois países a iniciaram contactos para a interoperabilidade dos sistemas ibéricos.

De acordo com o diário galego, “a Via Verde portuguesa põe em risco a segurança dos condutores ao anular o sinal da Via T”, dado que, ao contrário do que acontece em Portugal, nas autoestradas espanholas existe barreira mesmo nas portagens electrónicas.

Vários condutores particulares, mas também transportadores, denunciaram que o dispositivo português inibe o sinal espanhol, o que provoca que as barreiras não se levantem quando o veículo passa pela via de teleportagem”, refere o Faro de Vigo.

O jornal cita vários condutores que tiveram de travar a fundo por a barreira não levantar, correndo o risco de sofrer colisões de veículos que seguiam atrás.

Os automobilistas contactados pelo Faro de Vigo questionaram funcionários das auto-estradas espanholas que lhes garantiram que os seus dispositivos Via T estavam a funcionar “na perfeição”.

Os mesmos funcionários recomendaram que os condutores tirem o dispositivo Via Verde do vidro do carro quando passarem pelas teleportagens espanholas, para evitar interferências entre os dois aparelhos.

Técnicos consultados pelo Faro de Vigo “confirmam que ambos os dispositivos (Via T e Via Verde) utilizam a mesma largura de banda”, pelo que o reconhecimento de um ou de outro se pode converter numa “lotaria”.

Se a portagem reconhece o sinal espanhol, não acontece nada, mas ao interferir o do português e não ser um dispositivo válido, o mecanismo dá erro e a barreira não levanta”, explicam os técnicos.

Os condutores ouvidos pelo jornal galego estão preocupados também com o que lhes estará a acontecer nas auto-estradas portuguesas, temendo que venham a ser multados caso o sistema português leia o dispositivo espanhol.

Para evitar problemas, os condutores galegos estão a optar por deixar de andar com os dois dispositivos em simultâneo, colocando no vidro alternadamente o correspondente ao país onde estão.

O Faro de Vigo salienta que este problema acabará com a unificação dos dois sistemas “durante este ano”, conforme compromisso assumido pelos governos de Galiza e Portugal.

A fonte da Via Verde afirmou que “já foram iniciados contactos com as operadoras espanholas no sentido de tentar antecipar na Península Ibérica a interoperabilidade que está prevista para 2013 na Europa”.

Segundo a fonte, não há ainda uma data para a compatibilização entre os vários sistemas ibéricos, que está pendente de questões técnicas e contratuais.

Os identificadores Via Verde estão conformes à norma europeia e às directivas do SIEV” (Sistema de Identificação Electrónica de Veículos), realçou a fonte.

Fonte: AutoPortal





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #23 em: 18 de Agosto, 2011, 17:16:59 »
Desmentido - Alerta de site fraudulento



A Via Verde alerta os seus clientes para um site, totalmente estranho à empresa, mas que é passível de comprometer a privacidade e segurança dos seus clientes e de lesar os seus interesses.

O site em causa oferece 1000 euros em passagens na Via Verde, solicitando, para o efeito, a subscrição de determinados serviços e a disponibilização de informações pessoais como o nome completo, telemóvel e e-mail.

A alegada oferta de 1000€ a serem utilizados em passagens na Via Verde é promovida por entidades totalmente estranhas à Via Verde, tendo a Via Verde, em 8 de Agosto deste ano, rejeitado qualquer colaboração neste projecto.

Recorda-se que a Via Verde não envia e-mails nem participa em campanhas realizadas por entidades terceiras que solicitem dados pessoais dos seus clientes.

Os factos acima referidos, assim como os websites envolvidos, são da exclusiva responsabilidade das entidades que constam da política de privacidade constante nos mesmos.

A Via Verde alerta os seus clientes para que não subscrevam os serviços publicitados, aos quais é totalmente alheia e informa que irá reagir legalmente e em conformidade com a lei portuguesa de forma a garantir os seus interesses e os dos seus clientes.

Fonte: Via Verde





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #24 em: 27 de Junho, 2012, 15:39:51 »
Via Verde tem nova funcionalidade




Os condutores que tiverem identificadores de nova geração (Medium Data Range) já podem usufruir da funcionalidade de troca de classe

A Via Verde Portugal passou a disponibilizar, para os condutores que tenham identificadores de nova geração (MDR – Medium Data Range), a nova funcionalidade de troca de classe, que dispensa a necessidade de adquirir novo identificador. Esta alteração visa contribuir para uma maior comodidade do cliente. Tanto mais, que a operação de troca de classe não acarreta qualquer custo para o utilizador, estando disponível em qualquer loja Via Verde.

Por limitações de ordem técnica, relacionadas com a impossibilidade de reprogramar os identificadores, esta operação não está disponível para os identificadores da anterior geração (LDR – Low Data Range). Para mais informações ou esclarecimentos, a Via Verde disponibiliza uma linha de apoio ao cliente (707 500 900), que funciona das 8h30 às 20h30.

Fonte: Auto Motor





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #25 em: 02 de Maio, 2014, 18:56:05 »

Apresentada App da Via Verde



Esta nova opção coloca na ponta dos dedos praticamente todos os serviços disponíveis nas lojas e site da empresa

A Via Verde anunciou a criação de uma App, disponível tanto para dispositivos da Apple como para aqueles com o sistema Android, que irá permitir aos seus clientes terem sempre disponíveis múltiplas informações sobre o serviço prestado pela empresa. Esta aplicação estará disponível para download a partir de 3 de Maio para todos os clientes.


Entre as principais capacidades desta App destacam-se a atualização permanente de informações, localização tanto de lojas como de parceiros (parques de estacionamento, postos de abastecimento Galp, travessias do Rio Sado em Ferry e, já em estudo num projeto piloto e que poderá vir a ser implementado a larga escala, os McDrives da cadeia de fast food americana McDonals), e ainda a consulta de vários dados pessoais.


Além desta capacidade, a App terá ainda outras potencialidades, com a inclusão de um calculador de percursos, que indica desde logo o preço que terá a utilização das autoestradas, ajudando no planeamento das viagens (um auxílio principalmente nos trajetos que atravessam Scuts, cuja taxação é por troços). Existe também outro sistema que  permite à App da Via Verde informar diretamente os clientes sobre alertas e anomalias do sistema (como alterações do cartão de cliente ou falta de bateria dos dispositivos, situação em que ao passar pelos postos da Via Verde é assinalada com uma luz laranja, ao invés da cor habitual que significa que está tudo bem).


A Via Verde tem atualmente mais de 3,4 milhões de emissores emitidos e tem em média 796 000 transações diárias. Com um serviço cada vez mais alargado, a que se junta agora a nova App, a empresa está de momento associada a mais de uma centena de parques de estacionamento e também mais de cem postos de combustível. Além disso a empresa incorporou também um sistema que permite acesso a 19 bairros históricos e complexos empresariais e tem uma parceria com a Atlantic Ferries que permite utilizar os dispositivos da Via Verde no pagamento das travessias do Rio Sado. A Via Verde tem igualmente em desenvolvimento nos McDrives do Restelo e Birre um projeto piloto para que possam ser pagas as refeições nos take-away destes restaurantes com os seus dispositivos.



Fonte: Turbo, por Nuno Fatela





Giugiaro

  • Zagato

  • Offline
  • *
  • 1421
  • Karma:
    +0/-1
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
    • http://www.freewebs.com/giugiaro
Re: Via Verde
« Responder #26 em: 03 de Maio, 2014, 11:24:37 »
Mais uma vez, os Windows Phone ficam de fora...
Work in progress................(...)

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Via Verde
« Responder #27 em: 12 de Julho, 2016, 17:27:48 »


Via Verde lança novo produto para condutores ocasionais



A Via Verde lançou hoje o Via Verde Leve dirigido aos automobilistas que nem sempre usam autoestradas nas suas viagens ou que nem sempre precisam de usar o seu automóvel para as suas deslocações habituais.

O novo produto está baseada no canal online da empresa e os clientes ocasionais podem aderir sem a preocupação de se deslocar a uma loja ou outro ponto de distribuição.

A oferta Via Verde Leve é mais barata porque o cliente só paga se usar - em vez da compra ou do aluguer anual do identificador, a Via Verde Leve tem um sistema de aluguer onde o cliente só paga 0,70 cêntimos por mês e nos meses em que utiliza.

O produto apresenta ainda uma característica adicional que é a ausência de fidelização associada: o identificador pode ser devolvido quando o cliente quiser. Se o serviço não for utilizado num período de 24 meses consecutivos, o contrato fica sem efeito e o identificador terá de ser devolvido.

A Via Verde Leve traz consigo todos os serviços de pagamento Via Verde – portagens, parques de estacionamento, combustíveis Galp, McDonalds, ferries de Tróia - e dá acesso à adesão ao programa Viagens & Vantagens.

Para saber mais, aceda ao site da empresa aqui.

Fonte: Auto Monitor

« Última modificação: 12 de Julho, 2016, 17:30:45 por Tiffosi »