Autor Tópico: Veículos Eléctricos  (Lida 3561 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Veículos Eléctricos
« em: 12 de Fevereiro, 2010, 19:54:45 »
Carros eléctricos podem aumentar emissões poluentes


Relatório avisa que veículos terão de ser abastecidos com energia «verde» para evitar este cenário

A circulação de carros eléctricos pode provocar um aumento das emissões de dióxido de carbono, a menos que estes veículos sejam abastecidos com energia «verde», refere um relatório divulgado pela Quercus, citado pela agência Lusa.

As conclusões do estudo levaram as organizações ambientalistas que o divulgaram a «apelar ao estabelecimento de metas de energias renováveis na produção de electricidade que assegurem que os veículos eléctricos terão mesmo emissões zero».

O relatório, da autoria da consultora holandesa CE Delft, é publicado na véspera da reunião informal dos ministros da Indústria da União Europeia que se preparam para anunciar um Plano de Acção Europeu para os Veículos Eléctricos.

O estudo indica que a legislação europeia que regula as emissões dos carros apresenta «graves lacunas», ao autorizar os construtores automóveis a «compensar» a venda de veículos eléctricos com a venda de veículos mais poluentes, que escapam aos limites de emissão definidos na legislação.

O vice-presidente da Quercus, Francisco Ferreira, salienta que «Portugal tem feito um esforço significativo na produção de electricidade de origem renovável, mas não tem sido transparente na comunicação pública do seu peso relativo, exagerando nas contas».

«Cerca de 36,5 milhões de euros de apoio previsto no Orçamento do Estado a cinco mil veículos eléctricos, a que se deve acrescentar a receita perdida em Imposto sobre Veículos e Imposto Único de Circulação, parece-nos demasiado», defende Francisco Ferreira, especificando que «são 5000 euros de incentivo, mais 1500 euros se for entregue um veículo para abate e ainda 803 euros» referentes à aquisição de equipamentos de energias renováveis.

O texto divulgado pela associação portuguesa realça ainda que, «por cada carro eléctrico vendido, os construtores automóveis beneficiam de 3,5 super créditos, ou seja, a permissão de venda de 3,5 carros altamente poluentes, sem que as emissões desses veículos sejam contabilizadas no cálculo das emissões médias desse construtor (usadas para efeito de cumprimento dos limites de emissão)».

O resultado desta regra é que a venda de 10 por cento de veículos eléctricos pode levar a um aumento de 20 por cento no consumo de combustível e emissões de carbono no sector automóvel, explica.

Fonte: Auto Portal





er.loves fiat

  • Maserati

  • Offline
  • *
  • 5091
  • Karma:
    +0/-0
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Re: Veículos Eléctricos
« Responder #1 em: 25 de Fevereiro, 2010, 02:26:01 »
http://portuguesesaovolante.blogspot.com/

"É carros eléctricos, é taxas "robin dos bosques"... é mas é muita lata!




É preciso ter uma grande lata! Só agora, em Julho de 2008, é que descobriram o maravilhoso mundo dos carros eléctricos! Realmente, as visitas à Finlândia devem ter servido só para reconhecer as pistas de ski por lá, e a visita da família real da Noruega cá em Portugal deve ter servido mesmo para o cozinheiro do rei aprender a cozinhar bacalhau decentemente.

Depois destes meses agonizantes com os combustíveis a subirem em proporção às contas bancárias dos administradores da Galp & Cª, eis que finalmente acordam para a realidade e é anunciada uma parceria com a Renault-Nissan para que Portugal seja uma das cobaias. Yup, Portugal, Dinamarca e Israel são os países escolhidos para testar os novos modelos da Renault. A opção por Portugal é simples: em primeiro lugar, deve dar jeito aos administradores do consórcio ter o Algarve à distância de umas horitas; em segundo, porque vamos entrar em ano eleitoral, obviamente!

Apesar de reconhecer que o Sócrates pelo menos tem tomates menos pequenos do que os outros primeiros-ministros (parafraseando o Henrique Medina Carreira, "um fugiu e ninguém sabe dele, o outro arranjou melhor tacho na UE, e outro foi despedido pelo presidente; este ainda vai aguentando"...), também é verdade que já cansa o show-off com que apresenta o óbvio. Ou devia-me sentir particularmente grato pelo carro eléctrico ter desconto de 30% no IA? Os carros instalados de raíz com GPL, ou híbridos, já possuem um abatimento de 40% no IA, o que quer dizer que são mais "amigos" do ambiente do que um 100% eléctrico? Ou são as percentgens que já estão a confudir o ministro? É que de primeiros-ministros do PS e de percentagens, nós já sabemos no que dá. Edição posterior: afinal estava errado, o desconto é de 70%, e não de 30%. Deixo no entanto o parágrafo original.

Acham que estou a ser injusto? Então reparem bem o que eu considero um INCENTIVO DECENTE para que a população opte finalmente por um tipo de carro que se encontra ainda mal visto, obra de um lobby petrolífero bem potente que, finalmente, está a diluir-se no próprio veneno que produziu, a especulação desenfreada:


    * Serem isentos de taxas (como o imposto de circulação)!
    * Serem isentos de algumas portagens (como na ponte 25 de Abril)!
    * Terem estacionamento gratuito, lugares específicos e com carregadores eléctricos no centro das grandes cidades!
    * Poderem circular nas faixas de bus!


Acham que estou a sonhar? Pois é precisamente estes benefícios que vigoram em países como na Noruega e em Westminster, Londres! Se o primeiro-ministro quer realmente que o tuga típico troque para um carro eléctrico, tem de fazer mais do que isso! Essa de aplicar a taxa "Robin dos Bosques" não passa de uma medida para tentar ganhar alguma simpatia eleitoral por causa do nome vistoso, mas na verdade o que ele quer é uma fatia do bolo chorudo que a Galp ganhou com a inacção do Governo em atenuar a exploração escandalosa a que fomos sujeitos! É assim que se apanham os hipócritas.

Mas já nada me surpreende, depois da Galp não ter efectivamente descido o preço do gás com a descida do IVA de 21% paa 20%, usando a desculpa super-esfarrapada do "erro informático", e os generosíssimos proxenetas da Galp ainda se oferecem para devolver o valor... De facto, é roubar e ainda rir na cara.

Já agora, alguém sabia que a Galp acabou de entrar para o top 500 das maiores empresas do mundo? É claro que, nos tempos que correm, não convém divulgar isto aos quatro ventos, pois todos nós sabemos de onde veio esse dinheirinho extra, e como é que foi obtido.

Honestamente, o meu medo agora é que larguemos um monopólio de proxenetas (Galp), para se calhar entrar noutro (EDP)... que venha a campanha eleitoral já, enquanto andamos meio habituados à roubalheira e pouca-vergonha! Assim ao menos somos poupados a mais meses de agonia e sofrimento em 2009.

Posta mandada na Sexta-feira, Julho 11, 2008 , e já foram mandados 13 bitaites a esta posta fedorenta.   "
« Última modificação: 25 de Fevereiro, 2010, 21:26:33 por er.loves fiat »
"Ser o melhor não é apenas um detalhe. São muitos."

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Veículos Eléctricos
« Responder #2 em: 25 de Agosto, 2010, 19:09:02 »
Kestrel, o primeiro carro eléctrico feito com cannabis


Kestrel é apresentado como “o primeiro veículo eléctrico de carroçaria biocomposta” do Canadá

Uma empresa canadiana anunciou os seus planos para fabricar um automóvel eléctrico cuja carroçaria será feita com cânhamo, uma variedade da cannabis, e que alguns consideram ser “o sonho dos hippies”.

A empresa Motive Inc chama a este veículo Kestrel e qualifica-o como “o primeiro veículo eléctrico de carroçaria biocomposta” do Canadá.

A Motive disse, em comunicado, que o Kestrel vai fazer a sua estreia comercial na conferência Veículos Eléctricos 2010, que vai realizar-se em Setembro, em Vancouver.

O designer do Kestrel, Darren McKeage, afirmou que “os veículos eléctricos precisam de ser eficientes, pelo que o desenho do Kestrel tem de ser simples [com o mínimo de componentes possível] e ligeiro em termos de peso e, ao mesmo tempo, único e atraente ao olhar”.

Para isso, a carroçaria será feita de um material produzido com esteiras de cânhamo da empresa canadiana Alberta Innovates Technology Futures, com cannabis produzido na localidade canadiana de Vegreville.

Vimos a oportunidade única de realizar progressos significativos no sector automóvel e apoiar o sector canadiano automóvel a proporcionar produtos sustentáveis e oportunidades para criar novos trabalhos verdes no sector industrial”, afirmou Nathan Armstrong, presidente da Motive.

A empresa avança ainda que os primeiros testes do modelo arrancam já no final deste mês (Agosto).

Fonte: AutoPortal





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Re: Veículos Eléctricos
« Responder #3 em: 25 de Agosto, 2010, 19:14:11 »
Chamar-lhe-ia uma droga de carro





Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Veículos Eléctricos
« Responder #4 em: 18 de Agosto, 2011, 16:16:44 »
Eléctricos: estudo promete mais autonomia




Masahiro Hanazawa e Takashi Ohira revelaram uma tecnologia que promete aumentar a autonomia dos veículos eléctricos para níveis nunca vistos

Os dois estudiosos, numa pesquisa conjunta da Toyota e da Universidade de Toyohashi, no Japão, propõem uma solução revolucionária para a autonomia limitada dos veículos 100% eléctricos.

Para obviar a este problema nas deslocações mais longas, é proposto um sistema similar ao que alimenta as carruagens dos comboios eléctricos. O sistema usa a conversão da energia eléctrica num sinal de radiofrequência (RF), injectado numa placa de metal embutida na estrada. O veículo eléctrico recebe essa RF através de uma cinta de aço colocada no interior dos pneus, que a transmite até conversores, que, por sua, vez, a transformam novamente em energia eléctrica, que é transferida para as baterias.

De acordo com este estudo, será viável no futuro implementar esta solução nas auto-estradas, para facilitar as deslocações entre cidades, sem utilizar a bateria do automóvel.

Fonte: Auto Motor





Luke

  • Administrador
  • Ferrari

  • Offline
  • *****
  • 45139
  • Karma:
    +4/-1
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    In Racing we Trust!!!
    • Fiatistas.com
Re: Veículos Eléctricos
« Responder #5 em: 22 de Agosto, 2011, 12:12:34 »
nos estados unidos há à muito tempo um ensaio em que um autocarro eléctrico tem embutido no asfalto no percurso dele placas metálicas e a energia é induzida para o veiculo, isto já existe à bastante tempo, tem como problema o custo das alterações a todas as estradas para suportarem estes veículos, que tem baterias para quando não circulam neste tipo de vias
Piccole: Uno -> 127 -> 127 -> 127 -> Ritmo -] X1/4 AB / X1/9 1500 / Uno GPL
Grandi: 125 -> Dedra -> Thema -> Tempra -> Prisma / Thema / Croma

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Veículos Eléctricos
« Responder #6 em: 05 de Fevereiro, 2013, 17:30:54 »
E se tivesse de pagar imposto para ter um carro elétrico?


No Texas (EUA) hipótese avança em força

Os responsáveis pelo estado do Texas, nos Estados Unidos, querem criar um imposto extra para todos os detendores de veículos elétricos. O motivo por trás desta intenção é a perda de receitas por parte das gasolineiras e, ao mesmo tempo, recolher fundos para a manutenção das estradas.

Drew Darby, um dos representantes do estado, clama que os veículos elétricos estão “a rasgar as estradas e precisam pagar um preço justo”. “A lei deve ser a mesma para carros a gasolina e carros elétricos?”, questiona.

De facto na Virginia e em Washington, por exemplo, este imposto já é utilizado. No Texas, que terá cerca de 2 mil carros elétricos em todo o estado, a preocupação é grande. A Plug-In Texas, empresa que promove o uso deste tipo de carros, acredita que esta lei, a ser aplicada, iria afastar novos consumidores e terminar com o crescimento neste nicho de mercado.

Os contestatários da lei lembram que os proprietários carregam, maioritariamente, as baterias em casa e já pagam impostos sobre a eletricidade. E depois há os veículos híbridos que vinham rebater o argumento do problema das gasolineiras.

O debate está lançado, porém.

Fonte: AutoPortal





LB

  • Ferrari

  • Offline
  • *
  • 16569
  • Karma:
    +17/-68
Re: Veículos Eléctricos
« Responder #7 em: 05 de Fevereiro, 2013, 18:37:44 »
acho bem! e os gays também! já agora os do Alentejo também e também pode ser os do Porto.......etc..

Tiffosi

  • Moderação
  • Ferrari

  • Offline
  • ****
  • 17082
  • Karma:
    +9/-8
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Veículos Eléctricos
« Responder #8 em: 11 de Maio, 2016, 16:39:12 »

Elétricos e híbridos pouco ‘amigos’ do Ambiente


Os veículos elétricos e híbricos não serão assim tão 'amigos' do Ambiente, segundo um recente estudo conduzido pela Universidade de Edimburgo, Escócia. Não tanto ao nível da bateria, mas em relação aos travões e aos pneus.

De acordo com Peter Achten e Victor Timmers, os autores do estudo, o peso extra das baterias torna os veículos ecológicos mais prejudiciais ao meio ambiente porque acabam por produzir mais partículas nocivas.

Como explica o estudo publicado no Atmospheric Environment, este tipo de veículos são frequentemente muito mais pesados do que os de propulsão convencional, e o peso extra aumenta o desgaste dos pneus e dos travões.

Em cada fase de aceleração e travagem, estes automóveis sofrem um desgaste acelerado nos travões e pneus, o que leva à emissão de partículas específicas. Além disso, o aumento de peso também danifica as estradas, e a superfície destas, aparentemente, lançam algumas partículas por causa disso.

Os cientistas escoceses descobriram que as partículas emitidas pelos travões, pneus e a própria estrada são maiores em tamanho do que as partículas emitidas pelos motores.

E mais: serão mais perigosas porque são mais propensas a causar ataques de asma e aumentar a probabilidade de ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais.

 Fonte: Auto Monitor






Giugiaro

  • Zagato

  • Offline
  • *
  • 1421
  • Karma:
    +0/-1
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
    • http://www.freewebs.com/giugiaro
Re: Veículos Eléctricos
« Responder #9 em: 09 de Junho, 2016, 11:10:24 »
Está visto que não há outra solução:

Work in progress................(...)